quinta-feira, 21 de abril de 2011

Um pouco mais de chuva...

...na manhã seguinte a uma noite de chuva, de 20 para 21 de Abril. E há mais fotos destas.

domingo, 10 de abril de 2011

Aspectos da requalificação (3).

Em 22 de Maio de 2010 foi o jardim reaberto ao público, após mais de 6 meses de uma custosa intervenção destinada a 'requalificá-lo'. 
Nesta série de notas temos vindo a documentar o actual estado do jardim para que se possa ajuizar sobre a bondade da intervenção realizada.

Já alguém chamou a isto 'um cemitério de mangueiras'
O pequeno matagal.
Tempos houve em que aqui estava uma cercadura de murta com flores no meio.
As peladas.
Mais um cemitério de mangueiras.
Porque é que aqui a relva não cresce?
De que é que estas plantas não gostam?
-Antes da intervenção por vária vezes plantaram aqui hortênsias mas nunca resultaram-

Graças aos cuidados da prestimosa srª jardineira e a um inverno relativamente chuvoso a relva está agora mais bonita, mais composta também.
Mas em breve se completa um ano após a conclusão da intervenção e, segundo o contrato, a Plantiagro termina as suas funções de manutenção do jardim. Quem irá assegurar essa manutenção no futuro próximo? A própria CML? Novo contrato com a Plantiagro?

A Suivre

sexta-feira, 1 de abril de 2011

A propósito de sinalética.

A tília que estava morta foi retirada e plantada nova tília que está viçosa. Mas dos quatro Liquidambares plantados há um ano só um é que se mostra de boa saúde. Há dois que continuam mortos desde que foram plantados, e um terceiro que não quer morrer mas não consegue florescer por toda a copa.
De que é que quem de direito - a Plantiagro? a CML? - está à espera para substituir esses três Liquidambares?
Talvez se colocarmos ao pé dessas árvores um grande rótulo a informar da sua morte - logo à nascença - obrigue essa entidade a agir.
A Tília está linda.
mas estas árvores, Liquidambares, estão mortas.