quarta-feira, 2 de junho de 2021

Confinado!

 Agora que a pandemia está a dar as últimas e que tudo começa a desconfinar, restaurantes, comércio, eventos, etc.etc. é que o jardim é confinado:

Bem sei que à noite se juntavam muitos jovens no jardim. Mas para que servem os polícias? Assim paga o justo pelo pecador e não serão estas fitas que  impedirão esses jovens de aí voltarem a juntar-se pelo que a polícia terá de, querendo ou não querendo, de os dispersar.

Palacete Rosa

 Quantas vezes mais será necessário alertar quem de direito para intimar os proprietários, já não digo fazer obras de conservação, tão necessárias, mas pelo menos, no mínimo dos mínimos, taparem os buracos da clarabóia para que a chuva não acelere ainda mais a ruína deste belo palacete: 


Príncipe Real...da sucata!

 

 E esta, hem...como diria o saudoso Fernando Pessa.

Além da esterqueira agora colocam a sucata em cima do medonho avançado.

quarta-feira, 19 de maio de 2021

Três anos depois...

 Três anos depois de esta acácia ter morrido de sede


três anos depois de esta caldeira ter permanecido vazia
 
 
eis que se deu o milagre da aproximação das eleições autárquicas
 
Esperemos que esta tenha melhor sorte da anterior e se lembrem de a regar para não morrer à sede.


sábado, 10 de abril de 2021

Cupressus lusitanica vulgo Cedro do Buçaco

 Quando se permite se não mesmo incentivam comportamentos incivilizados acaba-se por ter de tomar medidas drásticas como esta agora de "enjaular" a velha senhora:

Esta é uma armação provisória e ainda bem pois não é uma cercadura metálica condigna à "velha senhora" nem condizente com armação existente e restaurada há pouco tempo.

Seria aconselhável que os serviços tutelares e responsáveis pela preservação das espécies arbóreas do jardim, nomeadamente das 7 árvores classificadas, em particular do cupressus lusitanico, tornassem público o modelo e qualidade da cercadura a ser instalada como versão definitiva.
E é também tempo de pensarem em instalar protecções semelhantes para as 6 restantes árvores classificadas que estão a ser alvo dos mesmo comportamentos danificadores.

Já só resta um.

 

Graças aos nossos protestos em 2009 conseguimos salvar alguns choupos e uma robínia no lado poente do jardim. Todas as árvores de alinhamento do jardim eram para ir abaixo porque estavam todas podres, lembram-se?
Pois bem essas que conseguimos salvar apoiados no diagnóstico do Laboratório de Patalogia Vegetal Veríssimo de Almeida, que exigimos, tem sido ao longo destes anos abatidas uma a uma sob diversos pretextos. 
Entretanto passaram-se  quase 12 anos e dos choupos desse alinhamento já só restavam dois mas agora só resta um porque este foi há dias abatido "por apresentar problemas fitossanitários que colocam em causa a sua estabilidade" como se pode comprovar pelo que resta do tronco onde não se vislumbra qualquer desses terríveis problemas que enfraqueceriam a árvore ao ponto de ela vir a tombar estrondosamente.
 
Claro que daqui a mais algum tempo será a vez do último "moicano".



domingo, 28 de fevereiro de 2021

quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Aspectos...degradantes


O lamaçal
Finalmente com água...da chuva!
Estão à espera de quê para voltar a colocar o gradeamento de protecção?
O piso. Ao fim de poucos anos está assim por todo o lado! 
A mesa e as cadeiras de homenagem a Vaclav Havel. Pobre homenagem!
 
Este canteiro já teve relva.
Porque não aproveitam o tempo de chuva para cavar e semear de novo?
Os atalhos. Voltam sempre! 
Há que colocar gradeamentos em torno dos canteiros.
https://1.bp.blogspot.com/-zz2srf5XWIc/Xyqc0oUU-tI/AAAAAAAAB3M/aCWEjJcGwGEcDamLeHUo92oe4Yu98FsogCLcBGAsYHQ/s640/F6F6138E-F433-4FEF-87DB-6F9F60D7C768.jpeg 
Gostamos da amostra. 
Para quando completar a protecção do "Cedro-do-Buçaco"?